quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Coisas que se ouve por aí !!!

Frequento um café muito calmo e muito gostoso. Gosto do café, do lugar, do sossego, raramente tenho compainha, então fico lá tomando meu café, lendo uma revista, conversando com a garçonete, mas na terça feira duas amigas conversavam numa mesa próxima e foi impossível não ouvir no início,  e depois eu queria saber o fim do drama. Então prestei atenção e agora repasso.
- E aí querida como vão as coisas??
- Menina não sei mais o que fazer com o meu marido (ameaça um choro), ontem ele chegou em casa todo calmo e alegre, tomou um banho e deitou no sofá. Colocou suas pernas sobre as minhas e comecei a fazer carinho. De repente vi que tinha purpurina o meio daquela pelarada. Era tanto brilho que saiu nas minhas mãos. Daí perguntei : de onde vem essa purpurina toda fulano ???
- Tá loca mulher, que purpurina o que ???
- Purpurina sim que até tá saindo na minha mão.
- tá doida é ??
Me fiz de boba esperei o intervalo da novela e fui no banheiro dá uma geral nas roupas dele. E guria era purpurina na camisa, na calça, só não tinha na cueca. Respirei fundo e voltei cheia de razão e de coragem e logo falei:
- ou vc me dá uma boa explicação para essa purpurina toda ou vai arrumar suas coisas e vai embora. Daí ele ficou apavordo e disse:
- Meu amor, juro que não fiz nada, olha bem nos meus olhos, olho no olho, juro que só saí para almoçar e trabalhei o tempo todo. Não faz isso com nós.
Daí eu já tava chorando, e dizia que eu não tinha feito nada. Chorei  e depois dormi que hoje tinha que trabalhar. O que tu acha ???
- Hum isso tá parecendo reafirmção ( será que é psicóloga a amiga ???) Tu não disse que ele tava falhando contigo ??? Foi pra zona amiga, foi lá ver se dava conta, tu ameçou que ia dar pra outro, ele foi lá tirar a limpo. Deve ter saído lá pelas 4 hs do serviço e foi pra zona. Ainda bem, já pensou se ele arranja uma amante, Essa quantidade de purpurina é coisa de puta. Não foi uma só, elas devem ter agarrado ele, se esfregado nele, tirado a roupa dele e ele não deve ter dado conta.
A traída ainda não conformada com a simplicidade da coisa diz :
- E se for coisa de mulher que tá tentando marcar território ?? Querendo que eu veja e mande ele embora ??
- Ah, e tu vai mandar embora ?? Entregar de mão beijada pra puta ?? Ah, não vai não. Diz para ele assim:
- Tu quer puta?? POIS TÁ AQUI A PUTA. Mas não manda embora não. Tá louca ??
- Meu quando tu fala parece tão simples. Dá umas boas gargalhadas e diz:
- mas se agarrou com uma drag-queen então,o infeliz. Gente nunca pensei que iria rir de uma situação dessas.
A outra então responde:
- é amiga tu ameaçou e ele tinha que tirar a prova, agora é contigo. Não deixa a peteca cair. Manda ver, sem dó nem piedade.
Nesse momento olhei pro relógio e vi que tinha que voltar para o consultório, juro que tive vontade de dar um cartão meu para cada uma delas, mas como sempre o bom senso me fez sair tranquilamente, como senão tivesse ouvido nada.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Coisas que se ouve pelas ruas !!!!

Volta e meia você ouve alguma coisa sem querer, ou até por querer pelas ruas da vida. Hoje ao voltar para o consultório depois do almoço, vinham duas mulheres em minha direção no estacionamento. Uma delas contava a outra em alto e bom som , sobre uma discussão que tivera com alguém e disse :
- Ela que não queira me ver embucetada ...
Tive que rir solita, pois dei asas a minha imaginação e fiquei imaginando como ela ficaria embucetada.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

O sonho !!!!

Segundo Freud você só lembra dos sonhos quando pode lidar com o que  eles trazem e que você sabe sim o que sonhou, só não sabe que sabe. Faz tempo que aprendi estes conceitos, então podem não ser exatamente isso, mas o princípio é.
Então eu sonhei. O sonho era bonito e as lembranças me aparecem meio cofusas, mas a princípio eu estava passeando em lugar muito bonito, estava só. Olhei para o lado e ao final da rua e numa pequena elevação tinha uma casa muito bonita, era verde com janelas brancas e não muito nova, era rodeada por arvores e plantas, não lembro de flores. Continuei passeando e acho que estava procurando um lugar para tomar café da manhã. Vi várias pessoas numa fila de um restaurante esperando que ele abrisse e achei que era muita gente, que ia demorar e não queria esperar. Continuei andando, mas daí comecei a pensar que se tinha muita gente, era por que devia ser bom. Voltei e aguardei com os outros. Ao contrário do que pensei , não demorou, logo fui atendida e me deram uma mesa num lugar agradável, no meio de uma praça, que ficava no meio de um morro, de onde eu tinha visão do lugar. Pedi à garçonete um misto de pão francês e um suco de laranja. Veio muito rápido e percebi que não era quente, mas estava bom, comi e bebi da água que ela me trouxe e fiquei esperando o suco. Nesse meio tempo minhas lentes começaram a me incomodar, comecei a coçar o olho esquerdo, e ela saiu no meu dedo. Pensei que elas tem saído com muita facilidade do meu olho ultimamente. Ao olhá-la de perto vi que estava me incomodando porque eram várias lentes, uma dentro da outra, então falei pro lindo, que daí para frente entrou no sonho : por isso não consigo enxergar direito, são várias lentes uma dentro da outra e isso não me permite ver direito. Logo a seguir pedi para a garçonete um misto e um suco pro lindo, e fiquei por ali esperando, quando chegou sentamos para comer e de novo haviam 2 copos de água e não o suco. Esperamos um tempo e passou uma outra garçonetene e ao vê-la reclamei que já tínhamos pedido o suco a bastante tempo e ele não vinha. Meio que discuti por conta disso e acho que o lindo me pediu para ter calma, acordei.
Interpretando: A casa é o lindo, faltam flores, ou seja falta alegria, para mim flores significam alegria. Realmente anda tristonho últimamente, a elevação significa que não ando conseguindo alcançá-lo ultimamente. Andando só, tenho me sentido sózinha. Não querer ficar na fila num primeiro momento, não tenho tido muita paciência últimamente e talvez esteja perdendo coisas boas por isso. Já que ao pensar melhor e voltar me surpreendeu positivamente, tive uma boa visão do lugar e pude apreciar o lanche que não era o que eu tinha pedido, mas nem por isso era ruim. Então não estou dando o devido valor ao que tenho visto e recebido, só porque não é o que eu desejei. As várias lentes umas dentro das outras me impedem de ver direito, muitas opiniões, que não deveriam ser levadas tão a sério. O lindo aparecendo na hora do incomôdo com as lentes, e eu falando pra ele sobre isso. As várias opiniões estão me impedindo de ver como você realmente é. O lindo também não recebeu o que "eu" pedi para ele, mas também tomou a água, e no final das contas quem reclamou fui eu. Não gostei de quando me vi reclamando com a garçonete, fui autoritária  e quase grosseira.  Acho que interpretei bem, tem tudo a ver com o que tenho vivido ultimamente. Bora lá ser feliz com o que tenho, pode não ser o que desejei, mas nem por isso é ruim.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Ilha das Flores !!!!

O fim de semana estava lindo por aqui, teve sol e calor, então fomos eu e o lindo passar o dia na Ilha das Flores. O homem acordou tarde, resolveu comprar camarão para pescar, depois cerveja e merenda para passar o dia, não tem restaurante na ilha, ela fica na Baía da Babitonga e só tem algumas casas, mas é linda e muito calma.
E aí quando chegamos na marina a maré já estava baixa e não percebemos até que quase encalhamos num banco de areia, desviamos e logo chegamos. Tivemos dificuldade para ancorar, mas o lindo me descarregou com minhas tralhas e saiu para pescar. Lá pelas tantas olho para o mar e vejo o lindo encalhado no banco de areia de novo. Gente, Deus me deu um dos maridos mais desastrados do mundo, ele vive fazendo "artes", tipo encalhar a lancha quase sempre, cair pelo mundo afora (o tombo mais memorável foi em frente o Hard Rock em Nova York) mas tiveram muito outros. Ele já caiu do telhado, da rede e da cachoeira. Já enfiou anzol, no dedo, na perna e já furou a testa com chumbada quando ela voltou depois de ele tentar puxar com toda força o molinete por que o anzol estava preso. Ele martela e corta os dedos o tempo todo também. Não posso reclamar de vida monótona ao lado dele, estou sempre vivendo emoções.
Mas o ponto era a ilha, então vamos voltar a ela, passamos um fim de semana muito gostoso apesar das trapalhadas do lindo, abaixo algumas fotos, inclusive uma dele puxandoa lancha.