quinta-feira, 6 de março de 2014

O apartamento novo ll

Continuando a saga da vistoria. Foi feita no dia 11 de fevereiro e fora pequenas coisas como algumas janelas para regular, furos nas fechaduras (instalaram as fechaduras mas não as furaram) então não se pode trancar porta alguma no apartamento, rodapés mal colocados, tinha uma avenida enorme no meio da sala com piso da mesma cor mas de partida diferente. Isto quer dizer que existe uma diferença de cor gritante, não sei como eles acharam que ia passar despercebido.
Então já foram feitas reuniões e novas visitas, mas nem os furos nas fechaduras foram feitos ainda. E já se passaram 24 dias. O apartamento em que moramos foi dado como parte do pagamento e nos comprometemos a entregá-lo 60 dias após a venda. Não é fácil vender um apartamento desse tamanho e com essa localização, fica muito caro. Só de condomínio pagamos o equivalente a um financiamento de um bom apartamento. Então, volta e meia tenho que permitir a entrada de pessoas para visita, é um transtorno conseguir um horário que agrade a todos depois que Rosa Maria pediu as contas. A nova diarista está vindo apenas uma vez por semana e tenho que ficar dando voltas na minha agenda para receber os possíveis compradores. Sem contar que estamos pagando IPTU, taxa de lixo e reformas nos salões de festa de um apartamento que não nos pertence mais. Eles estão atrasados em mais de 6 meses na entrega do novo, estamos cumprindo nossa parte além do combinado. Hoje pela manhã o lindo tinha uma reunião com o pessoal da construtora e nada tinha sido feito, a engenheira não apareceu e o diretor não estava sabendo do que estava acontecendo, ficaram de dar um resposta amanhã. Oremos.
Mas agora no final da tarde o rapaz que nos vendeu o apartamento me ligou para agendar uma visita para amanhã as 10 hs da manhã. Ao que respondi :
- amanhã não estarei em casa nesse horário.
- e a Rose não estará lá ??
- não Rose pediu a conta.
- e quando pode ser então?
- asssim que vocês me disserem quando vão entregar meu apartamento.
- ah mas eu não tenho nada a ver com isso, sou do comercial.
- bem ninguém pode nos dizer nada sobre isso, nos prometeram o apartamento para agosto, já estamos em março, estou com a casa e a garagem cheias de coisas para levar para lá. Tem uma multidão de lojas querendo entregar o resto da mobília e outros aparatos comprados que não temos onde colocar. Não temos acesso ao apartamento para tirar as medidas de box, cortinas, granitos e churrasqueira. Sequer temos acesso ao apartamento para visitas, pois meu filho queria ir lá na sexta feira e você disse que não havia como. Então, assim que vocês me derem um data, voltamos a agendar visitas.
- ah mas isso não é comigo, e não é bem assim, você não pode fazer isso.
- acho que posso.
- bom vou ver com o pessoal o que consigo e depois te ligo.
- bom estarei aguardando uma ligação sua e se você quiser agendar a visita entre 13.30 e 15.00 hs, estarei em casa e posso recebê-lo. Não posso ficar a disposição da construtora, já que a construtora não tem feito nada para resolver o meu problema. Não comprei um apartamento no "minha casa minha vida", você me vendeu um apartamento de alto padrão e pretendo receber aquilo que comprei. Boa tarde !!!
Será que piorei a situação ??? Espero que não, só que não dá para ser educada e gentil o tempo todo né ??



2 comentários:

  1. Acho que você piorou sim, ao desligar o telefone a atendente só deve ter pensado: "ah, esses ricos" e ter recebido um apelido interno de "Minha casa minha vida".

    Atraso de construtora não se resolve com gritos de status social ao telefone com atendente. Bota advogado atrás e pronto.

    ResponderExcluir
  2. Bem não era uma atendente era a pessoa que me vendeu, e advogado demora muito, mas acho que piorei mesmo né, mas agora tá feito, vou aguardar para ver no que dá.

    ResponderExcluir