quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Turim !!!!

Via Po

Galeria do Teatro e Cinema Nuovo Romano

Piazza Vitorio Veneto

Palazzo Reale
Ontem fui passar o dia em Turim. Quando cheguei, a Via Roma me recebeu com um cheiro delicioso  de café e corneto. Como sempre andei com muita calma pela cidade, Turim faz isso comigo, ali não tenho pressa, faço tudo que tenho a fazer com muita tranquilidade. Passei o dia a visitar antigos lugares, e a conhecer novos. Ontem conheci o Palazzo Carignano, onde fica o Museo Nacionale del Risorgimento Italiano, este já foi reformado e está muito bonito. O Museo Egizio, também está em reformas, este estava muito necessitado de uma, quando fomos lá no ano passado comentamos sobre isso eu minha filha, que era uma pena que tantos lugares bonitos e interessantes estivessem tão abandonados. Vários lugares da cidade estão passando por reformas. Almocei uma salada de polvos maravilhosa na Piazza Vitorio Veneto, minha preferida. Adoro começar meus passeios por ela, e logo depois entrar na Via Po. Na Via Po tem a Gelateria delle Alpi, que tem lindos e saborosos doces e se você tomar o café dentro dela, paga menos. Recomendo muito esse lugar. Ainda na mesma via tem o Le Piramide que serve gellati e pizzas, ali você compra pizza em fatias, e paga um preço justo por uma pizza deliciosa.
Ao final do dia decidi sentar para tomar um drink enquanto esperava o lindo. Escolhi o Café San Carlo, que fica na praça com o mesmo nome. Gosto dali porque ao final da tarde sempre tem algum tipo de músico se apresentando por trocados e a música é sempre boa. Mas ontem escolhi esse café porque as mesas na praça estavam lindas, cobertas com toalhas de cor creme, com velas e flores naturais. Me arrependi, pois quando me aproximei da mesa o rapaz disse que aquelas mesas eram apenas para jantar e me apontou outras ao lado, que eram para o café. Sentei e ao fazer a escolha a menina disse que drinks só seriam servidos dentro. Sentei na galeria e finalmente fui servida. Não mudei de Café porque este estava de frente para o estacionamento subterrâneo e o lindo não teria problemas para estacionar. Ledo engano, o estacionamento também estava em reformas.  Além disso fui incomodada 3 vezes pelo mesmo cara que queria esmola, na verdade quase roubou meu celular da primeira vez, se eu não estivesse atenta, ele teria levado. Quando o lindo chegou levantei da mesa para mostrar a ele onde eu estava e me afastei um pouco do café. Não levou nem 2 minutos e quando voltei a mesa a garçonete tinha recolhido minha bolsa de compras achando que eu tinha fugido sem pagar. Fiquei doida, expliquei que tinha levantado para falar com meu marido e não fugido. Peguei minhas coisas pedi a conta e saí de lá puta da cara, nunca mais piso lá. Já fui a outros cafés na mesma praça, solita, com o lindo e com  minha filha e nunca tinha sido tão mal atendida.  Ao contrário sempre fui muito bem atendida. Mas não deixei que isso estragasse o meu passeio, eu e lindo voltamos ao fim de mundo da Poirino e depois fomos jantar.
Hoje fui apenas aos supermercados em busca da lista de encomendas que minha filha fez. Aproveitei que estava na praça e tomei um café. Agora estou na lida com as malas e " cuidados com o corpitcho " que amanhã partimos cedo para Milão e depois Paris.

Piazza San Carlo

Via Roma

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Chieri !!!!

Me apaixonei por ela lá em 2001 quando estive aqui pela primeira vez, adoro caminhar por sua ruas limpinhas e arborizadas, de sentar nas praças, de tomar café e comer docinhos, tomar sorvete, ir a feira, ao super e garimpar suas lojas. Como já postei anteriormente, nunca tinha sido tão feliz como quando morei aqui. Aqui me sinto em casa. me sinto livre e me sinto feliz. Hoje passei o dia revendo meus lugares e meus caminhos, ai que saudades que eu estava !!!!
Então saí bem cedinho de carro com o lindo e pedi informações na recepção do hotel sobre ônibus para a volta. Me deram uma folha com vários horários que saiam de 3 lugares distintos de Chiéri, eu só conhecia um, já bastava. Ao me deixar na feira o lindo disse que eu poderia chamá-lo caso tivesse dificuldades para voltar. Daí encontrei com umas brasileiras no café que também não conheciam os ditos pontos de ônibus, a moça do café também não. Então mandei uma mensagem pro lindo. Não respondeu, continuei meu passeio e fui em direção ao ponto de ônibus que eu conhecia, não achei. Mandei mais uma mensagem, nada. Entrei no centro comercial, almocei e tentei ligar, nada. Passeei mais um pouco, tentei ligar e mandar mensagens e nada. Celular desligado. Passou mais um tempo liguei de novo, fazia mais ou menos 2 hs que eu tinha ligado a primeira vez, aí a telefonista italiana me deu um esporro porque eu estava ligando e mandando mensagens desde as 12.53 para o mesmo número e ele estava desligado, eu que esperasse um pouco. Já viu disso ???? Quase mandei a  .... mas sou educada, mandei mensagem pra minha filha no Brasil e pedi pra ela ligar para o pai dela. Nesta altura eu já estava vindo a pé pra Poirino, são 9 km. Ai que não tem acostamento nesta via, os carros e caminhões tinham que desviar de mim, também me xingaram, e sol estava muito forte e eu não posso pegar sol forte. Liguei pro meu filho e pedi para ele entrar em contato com o lindo e avisar que eu precisava de transporte. Finalmente o lindo ligou e queria saber exatamente onde eu estava, " garota esperta" eu sabia, dei o endereço só que o GPS não sabia. Tive que dizer exatamente cada ponto da estrada para o lindo me achar. Ivagina a conta do celular, oh glória.
Mas mesmo assim meu dia foi maravilhoso.

Arco do Triunfo

Praça Cavour

Caminho para a feira e para o centro

Estrada para Poirino



Poirino !!!

Fica pertinho de Chieri, cidade que morei no ano passado. Gostaria de ter me hospedado lá, mas a empresa sempre hospeda os funcionários aqui, então tudo bem. É bem bonitinha.


Entrada da cidade

Via principal

Igreja na pracinha

Via transversal

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Milão !!!!


Adoro as avenidas arborizadas                                                
Catedral Duomo
A Itália novamente me recebeu com sol e temperatura muito agradável. Passamos um sábado muito agradável e visitamos lugares conhecidos e novos. Visitamos o Castelo Sforzesco, que ainda não conhecíamos. Depois fomos para o centro para rever a Duomo e a Galeria, fizemos umas compritchas e depois fomos ao Café Mercanti, onde você sempre encontra pizzas e docinhos maravilhosos, o preço fica meio salgado, mas fica numa rua em frente a Catedral Duomo, então acho que vale a pena pagar um pouco mais caro. No final da tarde fomos conhecer Navigli District, onde no Bar Luca e Andrea, tomamos um drink chamado Spriz Aperol, pagamos pelos dois 14 euros e ainda acompanhava um prato com vários tipos de acepipes (azeitonas, pepinos, queijos, bruschetas , tomates, talos de salsão e cenoura) uma delícia. Depois jantamos na Tratoria Dalla Vechia, onde comemos carne a Fiorentina e tomamos um vinho muito bom.
Na manhã seguinte fomos para Vicolungo que fica no caminho para Turim e tem uma outlet divina, passamos umas boas horas fazendo compras e chegamos aqui em Poirino antes das 5 hs da tarde.
Depois de descansarmos um pouco, fomos jantar em Moncaliere no Elefante Bianco, meu restaurante preferido em toda a Itália.


                    Navigli District                                   
                Navigli District a noite                          

Castelo Sforzesco

Hoje eu chorei !!!!

Primeiro vou abrir um post pra reclamar da vida, depois volto a ser feliz. Quem me conhece sabe que nunca fui uma pessoa dada a reclamar da vida, e muito menos a chorar, minhas amigas me chamam de "Dama de Ferro" pois sou dura na queda, mas acho que de tanto conviver com reclamações estou ficando meio " psica".
Então é assim, as pessoas provavelmente vão pensar, chorou porque louca ??? Não tá de férias na Europa com o lindo ?? Quer o que mais da vida ???
Bom, depois que o lindo fez a cirurgia na coluna no ano passado, ele não se recuperou por completo, quer dizer da cirurgia sim, mas da cabeça não. Então tá sempre reclamando de alguma coisa ou de alguma dor (ele sempre fez isso, a vida toda) mas agora é demais. Uma hora é dor nas costas, outra é nas pernas, na cabeça, no pé, no estômago porque tomou remédio demais. Não pode comer muito, também reclama se é pouca comida. Reclama de tudo, mas tudo mesmo. E eu sempre ali, procurando recursos, fisioterapeuta, massagista, traumatologista, geriatra, carregando as malas, dirigindo, cuidando sempre do seu bem estar, fazendo piadas, mostrando o lado bom e gostoso da vida, oh glória. AS VEZES FICO CANSADA. Mas só as vezes, e hoje acordei com o celular dele tocando as 6hs da manhã, porque ia pra academia do hotel, eu até ia junto, não me incomodo de acompanhar para dar uma força, mas levantou ?? Não, desligou o celular e dormiu de novo, eu não né. Mas tudo bem, um tempo depois dei uma abraço de bom dia e o que ele disse ???
- Espera um pouquinho que o celular já vai despertar
- Já despertou
Aí ficou emburrado e eu fiquei triste e puta da cara, porque cadê eu nessa história, deixei de existir ??? Tive um melanoma cutâneo de nível 3 ano passado, fiz 2 cirurgias no braço, faço acompanhamento a cada 3 meses, é uma longa bateria de exames e consultas, fico quase uma semana em função disso. Não posso mais pegar sol, coisa que eu mais amava no mundo, vivia bronzeada o ano todo, agora estou com cor de gente doente. E fico reclamando, fazendo drama não né ??
Aí falei :
- Vá fazer seus alongamentos, é a última vez que te mando fazer, não sou sua mãe, mas parece que virei ela. Então não vou mais mandar você fazer as coisas, sou sua mulher, não sua mãe, e quero ser tratada como tal, também preciso de atenção.
Só que daí ele faz cara de coitado, fica fazendo cara de quem tá engolindo a dor para não incomodar a megera que não entende que ele é um pobre homem doente. E eu fico com a consciência pesada porque eu sempre estou bem, não que nunca sinta nada, mas  estou sempre feliz e de bem com a vida.  E então agora deu, chega de reclamar.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

A eterna luta contra o cigarro !!!

Não é novidade que vivo dizendo que vou parar de fumar, que fico uns dias sem e logo me pego fumegando que nem uma idiota. Ao sair do Brasil, joguei um maço quase cheio no lixo, mas em Milão comprei outro. Em todos os Duty free que passei tentei comprar um pacote de Vogue, mas sempre sou barrada pois estou do lado errado da fronteira, largo os cigarros e vou embora e percebo que o mundo conspira contra meus cigarros. Desde então fumei uns 5 cigarros por dia, e hoje ao chegar em Viena viemos para a sala Vip, pois tínhamos 5 hs de espera, fiz uma merendinha muito gostosa, uma massagem numa daquelas cadeiras maravilhosas e vi uma cabine de vidro de no máximo 2x2, onde volta e meia alguém entra para fumar. O lindo já andou com seus charutos por lá 2 vezes, então eu fui também. E aí me senti muito ridícula, bem idiota mesmo, ficar presa numa vitrine fumegando que nem uma doida. Será que desta vez crio vergonha na cara ????

Hoje o dia estava lindo em Spisska !!!!

Então antes de fechar as malas dei uma volta pelo passeio e calçadão e tirei uma fotos. É bem bonitinha e limpinha também.
Hoje também foi o dia de despedidas, minha amiga foi ao hotel com o marido para me dar um beijo de despedida e me levar uns agrados. Imaginem que ela se deu ao trabalho de comprar um creme para os pés que só tem lá na Eslováquia, um doce de pessoa ela. Na hora do tchau os olhos dela encheram-se de lágrimas, fiquei com o coração apertadinho por ela. Não sei quando é que ela vai ter a oportunidade de falar com algum brasileiro que não seja o marido de novo.
Algumas fotinhos de Spisska .




Poprad !!!!

É uma cidade muito bonitinha que fica aqui perto de Spisska, ontem fui passar o dia em Poprad. Peguei o trem e fui, no caminho o trem ia parando por essas estações antigas e pequenas. Tem sempre um fiscal de plantão em cada uma delas.




Ao chegar em Poprad o sol já estava brilhando, então passeei muito, tomei café e fiz compras. Poprad fica embaixo do Tatras, uma montanha linda. O trem também te leva até lá em cima, esse passeio deixarei para a próxima viagem. Tirei algumas fotos da cidade, algumas com o Tatras de fundo, outras da cidade bem limpinha e toda florida.


Adicionar legenda


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Como é bom ter amigos !!!!!

No ano passado quando estive aqui em Spisska, conheci a Márcia, uma brasileira que vive aqui a 7 anos, desde então somos amigas. Nos comunicamos basicamente pelo Facebook, e hoje fui encontrá-la para entregar as encomendas brasileiras e um agrado para que ela matasse as saudades da terrinha. Ela também é podóloga e fez as minhas unhas, durante a conversa me contou que o documento que eu trouxe é seu histórico escolar, minha amiga começou a fazer medicina, fiquei muito feliz por ela. Depois ela me levou para almoçar no Garage que é o restaurante onde almoço todos dias, e daí gente quase chorei de emoção, ela pediu para a garçonete que me atende todos os dias não me servir nada que tenha porco ou queijo, por conta da minha alergia. Explicou para a menina que não posso comer e pediu para ela me ajudar na hora da escolha dos pratos. Não é uma maravilha a gente ter amigos !!!!!!

As alergias !!!!!

Começaram a aparecer, ontem ao passar creme no corpo percebi o primeiro sinal delas no início das pernas, ou seja nas canelas, então estou apavorada pois quando aparecem por ali é sinal de que vem intoxicação por aí. Hoje rosto também está todo sarapintado, sinal de alerta grave, acabaram-se as experiências culinárias, a partir de agora muita água e salada de alface e frango. O problema são os molhos das saladas, quase todos eles são a base de queijo e como pedir molho sem queijo num lugar onde ninguém fala inglês no restaurante, Jesus me socorra !!!!!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Spisska Nova Ves !!!!!

É um distrito que fica na região de Kosice na Eslováquia, possui 36 cidades e vilas ao seu redor e tem um total de 99.492 habitantes. Assim que as malas chegarem terei acesso aos meus cabos e poderei postar algumas fotos.
Então depois de 32 horas de viagem ao chegar em Kosice as malas não chegaram. Oh glória, as 11.40 da noite ficamos eu e o lindo falando com o eslovaco e dando os detalhes do voo, Curitiba/São Paulo/Milão/Viena/kosice, podia chegar ??? Acho que não né, a última vez que as vi foi em Curitiba. Mas tudo bem, o motorista nos esperava e para nossa surpresa o Tesco em Spisska funciona 24 hs, e só quem conhece a cidade pode entender a nossa surpresa, porque ela é muito pequena, tipo Araquari, é extensa em território mas atravesso a cidade toda em 20 minutos de caminhada. Chegamos ao Tesco as 1.40 hs da manhã, compramos o básico e viemos para o hotel.
Agora o lindo já foi trabalhar e eu estou esperando o comércio abrir para comprar uma sombrinha, porque chove, e eu quero ir ao centro comercial para encontrar a Márcia uma brasileira de Timbó que mora aqui a 6 anos e é a melhor manicure e pedicure do mundo. Na real ela é podóloga formada em Viena e tem uma cadeira cheia das frescuras e faz as suas unhas usando vários aparelhos de última geração. O alicate aparece muito pouco apenas para os acabamentos. Trouxe do Brasil um documento que ela está precisando, graças a Deus estava na bagagem de mão, os agrados como massa para pão de queijo, uma caixa de "Pão de mel" feitos pela Rafa, óleo da natura e spray para secagem rápida das unhas ficaram na mala.
O lindo cada vez mais cheio de "mania de velho", resolveu que não ia subir as escadas com as malas que não chegaram e estamos instalados num quarto preparado para deficientes físicos ao lado do salão de café e da recepção, Jesus me proteja desse homem daqui a 10 anos !!!!

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Viena !!!!

Nem sequer cheguei no meu destino final, que neste percusso é Spiska, e já me esbaldei no Duty free, já comprei um bocado de chocolate e agora no último percurso que vou fazer de avião que é até Kosice (depois tem mais 2 hs de carro) vou comprar maquiagem que no avião está muito mais barato. Se continuar assim chego já com a bagagem completa. Oh Glória !!!!!

domingo, 15 de setembro de 2013

As Bodas de Ouro !!!

Foi ontem a comemoração dos 50 anos de casamento dos meus pais. Mamis desde sexta estava nervosa e preocupada com a festa queria que desse tudo certo, falei com ela na sexta por telefone e tentei acalmar um pouquinho. Ontem saí de casa bem mais cedo do que o necessário só para não deixá-la mais agitada por causa do meu atraso. Cheguei quase uma hora antes e papis já estava prontinho com seu terno novo todo alegrinho. Mamis logo foi se arrumar também e finalmente vimos sua roupinha dourada que tinha guardado e feito segredo de todos. Dessa vez os papéis foram invertidos e eu ajudei-a a se arrumar, tinha emagrecido mais ainda e a roupinha estava folgada, mas a costureira já prevendo isso tinha feito outros ganchinhos para os colchetes, então ela resolveu dobrar um pouco a sainha ( falo no diminutivo, porque mamis mede menos de 1.50 e pesa menos de 50 kg, então é tudo muito pequeno mesmo). Gostei muito de fazer tudo isso, de ela me deixar participar disso. Fomos a igreja e eu levei papis até o altar e depois o entreguei a ela, desta vez era ele quem tremia ( no meu casamento era eu e ele me levou até o altar dizendo - calma filha, não fique nervosa ), então eu fui conversando com ele e nós fomos rindo até o altar.
A festa na churrascaria estava muito boa e divertida. Atendendo um pedido de mamis, fiquei atenta para que todos estivessem a vontade e bem servidos.
Adoro essa festas de família, a nossa é enorme, ontem eram quase 200 pessoas e só foram convidados os próximos. E eu adoro reencontrar meus tios e primos, passamos nossa infância e juventude sempre muito próximos, com uma família deste tamanho era difícil o domingo que não tínhamos um aniversário para ir.
Então ontem pude matar as saudades de todas as pessoas que eu amo, mas que nem sempre consigo encontrar,
Papis e mamis estavam muito animados e dançaram a noite toda, tive meus momentos bailando com papis e meu irmão veio me dizer que acompanhei a coreografia dele direitinho, como não acompanhar se desde criança bailo naqueles braços.
Adorei tudo, me diverti muito e a única coisa que desejo é que Deus dê muita saúde e tranquilidade para que meus pais possam nos acompanhar por muito tempo ainda.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

O amor num tomate !!!!

Ontem foi aniversário de mamis e como eu trabalhava a tarde, fui de manhã bem cedo a sua casa para desejar-lhe feliz aniversário.
Cheguei logo depois das 8 horas e papis estava na rua, mexendo no motor de seu barco, me abraçou e meio sem jeito falou que mamis não estava.
- é, ela saiu agorinha, fez aquela barulheira dela e saiu, acho que foi ao mercado, logo volta.
- Vim bem cedo para pegá-la antes que fosse para rua, mas parece que ainda foi tarde.
- ela logo volta.
Então ele ficou por ali comigo, meio envergonhado por mamis que não estava e tentando me distrair. Me mostrou o motor do barco, o apartamento que está reformando para minha irmã se mudar para lá com sua filha. Mostrou as plantas e mamis chegou, ele então aliviado me passa para ela e vai cuidar de suas coisas.
Volta e meia aparece, faz um comentário e sai de novo. Depois de um tempo eu falo que tenho que ir. Me despeço e vou para o carro, mamis me acompanha até o carro e já estou saindo quando ele vem até a janela e me dá um tomate.
- é pra ti, é só um tomate que eu plantei, é diferente, depois tu come é gostoso.
Abri um sorriso daqueles, guardei o tomate no console e vim feliz para casa.
Adoro meu pai por sua simplicidade e generosidade, esse tomate acho que vou guardar para tirar sementes, sementes de todo amor que veio junto com ele.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Minhas crianças !!!!

Meus filhos sempre foram crianças muito calmas e tranquilas, educados, muito cheirosinhos e desde pequenos chamavam atenção por falarem um português corretíssimo. Raramente me incomodavam, acordavam cedo e dormiam cedo também, se eu atrasasse o jantar por algum motivo corria o risco de dormirem sem comer, até mais ou menos 8 anos de idade iam pra cama as 7 hs da noite.
Então como eram assim bonzinhos eu os levava comigo a todos os lugares, iam comigo para sala de aula, salão de beleza e cafés com as amigas, enfim eram meus companheiros de todas as horas. Quando estavam com uns 6 e 9 anos de idade, fomos para Curitiba visitar uma amiga minha. Como eu ainda tinha medo de dirigir na Br, e o lindo já naquela época viajava muito, fomos de ônibus. Passamos o dia, e a noite pegamos  o ônibus de volta, nos sentamos os 3 em 2 bancos e como ambos queriam sentar na janelinha, fazíamos revesamento a cada 15 minutos, tempo que eles mesmo controlavam com todo rigor, essa viagem nos rendeu algumas pérolas que tenho bem vivas na memória até hoje. A primeira foi da minha filha, que ao sentar-se na janela no seu tempo olhou para o lado e viu a cidade toda acesa abaixo pois já era noite, e sem se conter soltou:
- nossa, parece um palco todo iluminado !!!
Depois de algum tempo de troca de lugar para cá e para lá, minha filha soltou para o irmão :
- Ai você está me apertando, não estou confortável !!!!
E ele não perdeu tempo na resposta :
- Caso você não tenha percebido ninguém está confortável, estamos todos apertados, não estamos andando na santana quantum do nosso pai, estamos num ônibus, então ninguém aqui está confortável !!!!
Ouvi o pessoal que estava na frente rindo e tratei de acalmar os ânimos, pois faltava ainda um bom trecho de viagem.
Ao chegarmos na rodoviária um dos rapazes que estavam sentados no banco da frente levantou, olhou para nós e disse:
- Deixa eu ver bem a cara desses dois que me divertiram a viagem toda !!!
Os dois então apesar de meio encabulados abriram o melhor de seus sorrisos para o rapaz.
Eles também tinham o hábito de escovar os dentes e virem até onde estávamos dar um beijo e desejar boa noite. Uma noite o lindo tinha chamado a atenção de Ruanito por alguma razão que não lembro agora, então ele veio até nosso quarto me beijou e desejou boa noite e saiu. Quando já estava no meio da escada o lindo falou :
- você não vai me dar boa noite ????
- eu não, porque depois do que o pai fez eu não vou ter uma boa noite, então também não vou desejar boa noite !!!!
Eram assim as minhas crianças, desde muito cedo sabiam o que queriam e não se deixavam intimidar quando tinham razão, raramente foram mal educados com alguém, mas também foram raras as vezes que não falaram o que pensavam quando achavam que estavam certos e que tinham sidos injustiçados.

Dona Estela !!!

Já fazem alguns meses que venho pensando em escrever este post, ele veio se desenvolvendo na minha cabeça e no meu coração aos poucos e acho que chegou a hora.
Dona Estela é a mãe de minha amiga mais antiga. A primeira imagem que me vem a cabeça é dona Estela com um maço de cigarros Mistura Fina nas mãos pedindo para minha mãe me deixar ir ao bar comprar cigarros para ela, pois seus filhos estavam dormindo. Eu devia ter uns 4 anos de idade, mas já convivíamos a muito tempo juntas, ela era nossa vizinha. Então eu vivia na casa dela, mal tomava o café da manhã corria para lá, vinha para casa apenas para as refeições e para dormir.
Quando entrei na escola meus pais já haviam se mudado, mas minha avó morou ali por mais uns 10 anos, e quando ia para casa de minha avó para férias e outras temporadas, continuava frequentando assiduamente a sua casa.
Foi na casa dela que tomei meu primeiro porre, que arranjei meu primeiro namorado e vivi muitas primeiras vezes. E era para a casa dela que eu ia quando matava aulas já na adolescência. E eu agradeço muito a Dona Estela por sempre ter me deixado ficar e nunca ter me mandado embora e nem chamado minha atenção, por ter sempre me recebido de braços abertos, com muito carinho. Acho que ela sabia que eu precisava de um lugar seguro onde pudesse ser apenas criança ou adolescente, precisava de um pouco de inconsequência e irresponsabilidade, coisas que na minha casa não eram permitidas por minha mãe.
Eu como filha mais velha de 7 irmãos tinha muitas responsabilidades para minha idade, não importava qual fosse essa idade. E quando chegava lá eu me divertia muito, ria muito e era muito feliz, com ela, seu marido e com seus filhos que considero meus irmãos.
Era com ela que eu falava sobre meus namorados, minhas doenças, meus desejos e sonhos e gentilmente ela dava um jeito de me fazer ver quando estava errada.
Foi ela que me mandou mandar meu ex- namorado " a merda " e ficar com o lindo, que era um bom moço e gostava de mim de verdade.
Foi para casa dela que continuei indo depois de casada para falar das minhas coisas e dificuldades, para mostrar meus filhos com orgulho e contar as novidades.
O tempo passou seus filhos casaram e foram embora, mas quase todas as tardes estavam em volta da mesa da cozinha tomando café e jogando conversa fora, a mesma mesa que nos acompanhou pela infância e juventude toda, na mesma casa que nos abrigou até ser vendida e eu fiz parte desses momentos durante toda a minha vida. 
Certa vez minha mãe me disse que não gostava que eu fosse lá, pois seus filhos eram malcriados, dormiam até tarde, brigavam e eram respondões.Na verdade eles tinham era liberdade, pois hoje não passa um dia sequer sem que pelo menos 3 deles não apareçam para vê-la, todos tem verdadeira adoração por ela, e não conseguem ficar longe por mais de 2 dias, diferente de mim que posso ficar meses sem ver a minha mãe e não sinto falta.
Depois que a casa foi vendida ela foi morar num apartamento próximo e confesso não sem culpa que nunca fui visitá-la lá. Nossos encontros limitam-se a encontros na casa de sua filha, e a cada vez que nos vemos ela me abraça muito gostoso e me chama de meu amorzinho e querida. Também tenho verdadeira adoração por Dona Estela, uma pessoa iluminada, muito adiante do seu tempo, que sempre teve muitas dificuldades na vida, mas que nunca se deixou abater e sempre foi muito feliz. Que nos fez crescer calmos e seguros. Te amo Dona Estela !!!!

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Primeira aventura em Paris !!!!

Já fazem alguns anos que fui pela primeira vez para Paris. Na real eu estava indo para Madri, mas como já estava muito perto da copa do mundo daquele ano, não consegui mais passagem direto, então fizemos assim; Joinville/Curitiba/São Paulo/Londres/Paris/Madri, é minha gente foram mais de 30 hs de viagem, mas valeu a pena. Então eu também estava vivendo aquela crise horrorosa no meu casamento e optei por ser linda e chique para provocar o lindo e não pelo conforto, paguei caro por isso. Já no primeiro aeroporto o detector de metais começou a apitar, e assim foi mundo afora. Minha filha em Londres se irritou e me mandou guardar o cinto na bolsa, guardei, mas ao chegarmos em Paris o voo estava muito atrasado e tinha um rapaz nos esperando na saída do avião para nos levar bem rápido por aquele aeroporto enorme para não perdermos a conexão para Madri. Detalhe, na bagagem de mão ia uma feijoada inteira, feijão, arroz, farinha, linguiça, bacon, costelinha, etc, era para o namorado de minha filha que morava em Madri e fiquei com medo que os ingredientes estragassem no calor da mala. Então saímos correndo pelo aeroporto de Paris eu, minha filha, uma portuguesa que gentilmente nos ajudou a carregar a feijoada por todo o percurso e mais dois rapazes que se perderam em algum momento do percurso, mas eu não me perdi não.  Ao chegar ao ultimo portão o detector apitou freneticamente quando eu passei, porque??? eu já estava sem cinto. Aí foi um Deus nos acuda, tira relógio, brinco e a "porra" não parava de apitar, lá pelas tantas me mandaram tirar as botas, tirei e parou, quando pensei em me calçar o francesinho me olha torto e diz que não dá tempo, olho e digo que tenho que calçar e ele diz que não com tanta convicção e se eu ainda tinha alguma dúvida quanto a andar descalça por toda a área internacional do aeroporto, deixei de ter quando olhei para minha filha, seu olhar me fuzilava por mais esse perrengue provocado só porque eu queria irritar o lindo e estava irritando era ela mesmo. Então minha primeira vez em Paris começou assim, correndo só de meias soquetes brancas por todo o aeroporto, não foi cheia de glamour ??? Na volta as aventuras não ficaram atrás, mas isso fica para outro dia.  

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

A mudança !!!!

Apesar de termos tido uma surpresa muito desagradável na quinta, quando a imobiliária nos ligou de Curitiba dizendo que havia um vazamento no apartamento recém alugado de meu filho. E que era tão grande que corria água por baixo da porta, e que o dono já estava na porta a nossa espera, que chamaram o encanador e faxineira para tentar remediar o estrago que foi enorme, no sábado ele se mudou.
O levamos com o resto de suas coisas, fizemos mais algumas compras e os deixamos, ele e a namorada que por enquanto vai apenas passar os fins de semana, na maior felicidade. Estamos realmente torcendo por ele, torcendo para que não aconteçam mais vazamentos, para que ele se adapte bem ao novo emprego, a nova casa e a nova vida.