terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Manias que chegam com a idade !!!!!

Lembro desde muito pequena, que minha avó paterna só tomava café sem açucar. Todos sabiam e deixavam sempre um pouco sem adoçar para ela. Quando mais nova achava café sem açucar horrível não conseguia tomar. Hoje não consigo tomar nada com açucar, nem café, nem chá e nem suco. As pessoas me olham intrigadas quando peço uma limonada suiça ou qualquer outro suco - sem açucar ou adoçante por favor- ou - um café puro (preto) sem açucar e sem adoçante por favor -
Herdei outras manias delas, minhas avós. Da paterna ainda, era piada entre nós que você corria o risco de receber de volta o presente dado a ela em datas comemorativas. Ela guardava os presentes com muito cuidado e na ocasião propícia dava ao aniversariante do dia. Pois quando ganho um presente que não gosto ou não uso por enes motivos, guardo com muito cuidado e assim que surge uma oportunidade, lá vai ele para o aniversariante do dia. Também mantenho minha casa e roupas muito limpas e organizadas, assim como ela o fazia.
Da avó materna herdei o gosto pelas plantas, que me apareceu quando já era uma jovem senhora. E também o hábito de roubar mudas quando gosto de uma planta. Se passo na rua e gosto de uma planta e não tenho a quem pedir uma mudinha, não tenho dúvidas estico a mão e roubo uma.
Assim como o das duas, meu sono tem diminuido com o passar dos anos, não tenho mais necessidade de dormir 8 hs por noite, 6hs já são o suficiente. Também acordo muito cedo todos os dias, mas como minha avó paterna necessito de uma soneca a tarde. E também como as duas estou ficando mais tranquilla a cada ano que passa. Lembro de minha avó paterna dizer que - eu trabalhei muito na minha vida, mas nunca me matei - e a avó materna dizia - quem se matou, já morreu - frase conhecida inclusive por minhas amigas. Não faz muito tempo uma amiga muito querida, que convive muito comigo, me lembrou dessa frase ao me visitar na Itália. Estávamos conversando sobre o quanto meu trabalho me sobrecarregava aqui no Brasil, ela então disse, lembra do que tua avó sempre dizia - quem se matou, já morreu. E eu como boa neta que sempre fui, estou seguindo os passos de ambas, herdando muitas de suas manias, graças ao bom Deus nenhuma delas era chata, eram duas senhoras muito simpáticas, muito ativas, divertidas e tranquilas. Espero herdar isso também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário