quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Retrospectiva de 2012 !!!!!

Como estou pela terceira vez esse ano "apenas eu, comigo mesma" e a preguiça e a depre que me fizeram compainha nos últimos dias deram uma folga, hoje estou inspirada e cheia de vontade de escrever (sobrou pra vocês kkkkk).
Primeiro botei ao fundo as músicas da Marisa Monte,que tanta compainha me fizeram lá na Itália e que aqui eu estava deixando meio de lado, depois sentei-me confortavelmente bem próximo a minha varanda. Clima perfeito arrumado, chega de enroloção e vamos ao que interessa.
O ano de 2012 começou com muita chuva. Era tanta, que pela primeira vez em mais de 15 anos, fomos impedidos de ir para a beira da praia e os fogos que sempre iluminam o céu de minha ilha por pelo menos 20 minutos, quase não apareceram.
Tirando isso cumpri a risca minha determinação de parar de fumar, porém logo na primeira semana meu marido ficou doente, tive que levá-lo até o continente para uma consulta com um ortopedista pois ele sentia fortes dores nas costas, depois disso desmaiou na farmácia por conta da medicação muito forte, e tinha dores direto. Logo na segunda semana de janeiro, foi hospitalizado e fez uma cirúrgia na coluna. Ao mesmo tempo minha filha ficava doente aqui em Floripa, meu filho voltava de Curitiba e começava a trabalhar em outra empresa em Joinville. Foram dias muito difíceis pois tive que conciliar, duas pessoas muito doentes em casa e no hospital, fazer a mudança do meu filho e trabalhar.
Não deu outra, voltei a fumar !!!! Desculpa esfarrapada, sei que é, mas sou assim, uso o cigarro como multetas.  
Na Páscoa ele já se sentia bem o suficiente para uma viaagem curta, e fomos para Buenos Aires, onde descansamos e nos divertimos muito.
Quando voltamos, com as coisas bem mais calmas, prestei atenção numa alergia nas mãos que não estava curando com os medicamentos de costume. Marquei consulta e a médica prestou atenção num sinal no braço,  que eu já havia percebido que havia mudado de cor, mas não tinha tido tempo de olhar com mais atenção. Feita a primeira cirúrgia o resultado da biópsia foi melanoma cutanêo de nível 3. Daí num primeiro momento entrei em pânico, pois um diagnóstico desse assusta qualquer pessoa. A única pessoa que estava quase tão apavorada quanto eu, era meu filho, que numa consulta com seu médico, ficou sabendo de todas as implicações que esse tipo de câncer pode trazer. Uma consulta com uma especialista em São Paulo, me tranquilizou e voltei para Joinville para nova cirúrgia e acompamanhamento.
Neste mesmo período confirmou-se a nossa ida para Itália, agora por 3 meses apenas. Começa a correria, para organizar tudo antes de ir.
Chega finalmente o dia da viagem e vamos para a Itália cheios de expectativas.
A Itália nos recebe com muito sol e calor. Começamos uma verdadeira orgia de viagens, fizemos de carro quase 10 mil km, e ainda em agosto fomos para China.
Recebemos nossos amigos e nossa filha em nossa casa italiana, visitamos 8 países em 3 meses e fizemos vários passeios dentro da Itália.
Voltamos em outubro, confesso que eu não queria ter voltado ainda. Essa experiência me fez muito bem. Me aproximou muito do meu marido, me proporcionou alegrias incontáveis, e me fez ver a vida de uma maneira mais simples. Pude descansar de verdade e fui muito feliz, nunca em minha vida tinha sido tão feliz!!!!! 
O distanciamento do trabalho e da família me permitiu ser mais leve, mais companheira e por incrível que pareça, mais acessível (agradeço ao facebook por isso kkkkk).
Voltei diferente, mais focada, mais leve e mais tranquila.
Agora estou aqui, a poucos dias do Natal, muito tranquila, com tudo organizado apenas esperando confirmação dos convites feitos para a ceia de Natal.
O que fica para mim desse ano ???? Que eu sou uma pessoa de muita sorte, tivemos sérios de problemas de saúde, mas estamos bem, sem grandes sequelas, teremos que fazer acompanhamento médico por algum tempo ainda, mas estamos bem graças a Deus !!!! Que tivemos uma oportunidade que poucas pessoas tem, que é passar um tempo fora do país e voltamos dessa experiência muito melhores do que fomos, tanto fisíca quanto emocionalmente.
Resultado desse ano ??? O melhor possível. Esse ano me fez pensar naquele ditado que diz : Quando Deus fecha uma porta, ele abre uma janela. No meu caso acho que ele fechou uma porta pequena e abriu uma porta muito maior. Obrigado Deus, por todas as experiências que me proporcionasses esse ano !!!!!
    
                                                                                                                                                                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário