terça-feira, 14 de agosto de 2012

Ontem.......

fui a um shoping a procura daquelas panelas de bambu, que cozinham tudo no vapor. Não achei, mas encontrei um bom supermercado (iguais aos nossos) até agora só tinha visto vendinhas. Então comprei produtos locais e temperos para levar para minha filha.
No meio da tarde bateu uma saudade de falar com alguém de verdade, que não seja meu marido ou pelo facebook. Postei um recado para minhas companheiras do café e chorei muito. Estou cansada de ficar num país onde não entendo, nem me faço entender, onde existem diferenças de classes que beiram a pré-história. Onde existe um regime de trabalho que beira a escarvidão. Estou num hotel de luxo, e quando desço para tomar café as 7 hs da manhã encontro os mesmos funcionários que vi as 11hs da noite anterior.
Não me interessa que a cidade seja bonita e rica, que tenha bons parques e um sistema de tranporte urbano de primeira. Não gosto de ver as pessoas corcundas de tanto trabalhar de cabeça baixa. Não me interessa que esta seja a cultura deles. Espero nunca mais ter que colocar meus pés neste país.
Outra coisa boa que a cidade tem, é a medicina tradicional. Fomos num deles ontem, só de ouvir as descrições das dores de meu marido, acertou os locais exatos na hora de apertar e agulhar. Hoje ele acordou muito bem.
A noite jantamos num restaurante mexicano que tem aqui perto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário