segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Milão

na segunda feira enquanto o lindo foi a fisioterapia e ao super comprar os vidros para as trufas, eu fiquei em casa. Limpei tudo e organizei pois, quando voltarmos teremos visitas brasileiras.
Saimos de casa ao meio dia com destino a Milão, almoçamos na estrada, num daqueles autogrill enormes, que eu adoooooooro.
Chegamos a Milão no início da tarde, e confesso que a cidade me pareceu, mais escura do que eu lembrava.
Fomos direto para a praça Duomo, visitamos a Catedral, e para entrar tive que comprar um lenço para cobrir os ombros, pois estava com uma blusa comprida porém sem mangas. Isso me irrita profundamente, pois tenho certesa que Deus, Jesus, Virgem Maria e o Espírito Santo, não estão nem um pouco interressados no que eu estou vestindo, e sim na fé que levo dentro do meu coração. Não é a primeira vez que sou barrada em igrejas por conta de minhas roupas. O pior é que as pessoas que inventaram essas regras em nome de Deus, provavelmente tinham muito menos fé do que eu. Mas enfim o que importa é que paguei minha promessa. Depois visitamos a Galeria que é simplismente divina com todos aqueles arcos, tetos abobadados e piso de mármore. Passeamos um pouquinho pelos arredores e tomamos um capuccino com uns docinhos de fruto do bosque (miniaturas a realidade) que na Itália sempre são bons, você jamais comerá um doce ruim na Itália, nem tomará um café ou sorvete ruim.
Como já se aproximava das 5 hs da tarde e o aeroporto era longe, fomos embora prometendo voltar para apreciar mais a cidade.
Chegamos ao aeroporto logo depois de uma chuva de verão e com bastante antecedência para pegar o
 nosso vôo para Beijim.
O sistema da compainha aérea estava fora do ar, então fomos esperar na sala VIP, que nosso cartão de crédito disponibiliza para nós em vários aeroportos do mundo. Aquela foi até agora a melhor que já visitei.
O sistema da empresa aérea, voltou quando faltava pouco mais de uma hora para o avião partir. A menina que nos atendeu era inexperiente, e não conseguia achar as passagens do lindo. Foi a maior confusão, encerramos o "chequinho"( é assim que minha colega Dani Gaúcha chamava o checkin) já eram 20.10 hs, ficamos na fila de imigração ou sei lá o que tanto tempo, que quando conseguimos entrar na área internacinal tivemos que correr pelo aeroporto para não perdermos o vôo, fomos os penultimos a entrar.
A viagem foi relativamente tranquila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário