quarta-feira, 9 de maio de 2012

Levando a vida com mais calma


Nunca fui uma pessoa de sofrer por antecedência, deixar tudo pra última hora ou correr sem necessidade. Já fiz tudo que foi citado acima, mas somente quando já tinha esgotado todas as alternativas possíveis. Sempre fui uma pessoa muito organizada com minha vida e meus compromissos. Sempre tive prioridades, e a maior delas é até hoje minha paz de espírito, então sempre priorizo as coisas que me fazem bem. Não convivo com pessoas que me deixam pra baixo, fofoqueiras ou maldosas, O bem estar do meu marido e dos meus filhos vem antes de qualquer outra pessoa, não tento agradar pessoas, só porque convivo com elas. Dificimente levo desaforo para casa, mas também não guardo rancor. Sempre analiso os dois lados e se acho que fui magoada sem intenção, ou por merecimento, não fico ruminando, toco pra frente.
Depois do diagnóstico de melanoma cutâneo, já comentado em outro post, tenho tentado cada vez mais viver bem comigo mesma. Nas últimas duas semanas, tenho visitado muitos médicos e laboratórios, mas também tenho descansado bastante, trabalhado menos e dormido mais.  E principalmente tenho priorizado minhas vontades, não estou fazendo somente o que eu quero, mas se quero realmente não abro mão. Tenho tentado com muito bom senso é claro, fazer mais as minhas vontades e menos as dos outros. Tenho cobrado mais atenção também, não é porque sou mãe, esposa ou amiga, que vou aceitar tudo. Me decepcionei muito também com a falta de cuidado e atenção de algumas pessoas que são muito próximas a mim, em contrapartida descobri outras maravilhosas, que sempre estiveram ali e eu não vi. Mas no final o que importa mesmo é a forma como eu lido com as coisas, e posso dizer sem dúvida alguma que estou lidando muito bem com a minha vida atual, que apesar de tudo estou muito feliz comigo e com minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário