sexta-feira, 27 de abril de 2012

Movimento a vista....

Os próximos oito dias serão bem movimentados, visitarei três capitais e ainda estarei na minha cidade neste curto espaço de tempo. Amanhã vou para Floripa onde fico até terça feira, na quarta estarei durante o dia aqui, e a noite, vou para São Paulo. Na quinta a noite volto para Joinville, e no sábado pela manhã ,vou para Curitiba para o final de semana, que inclui um show do Almir Sater.
Com raras excessões gosto de ter movimento em minha vida, e viajar é uma das coisas que mais gosto de fazer.
Desde pequena minha vida sempre foi movimentada. Até completar 7anos meus pais viviam se mudando, ora morávamos com minha avó paterna, ora no sítio, depois no centro, em outro momento no bairro. Quando meu avô faleceu, meu pai trabalhava com ele no sítio, e para que toda família não perdesse a herança (que estava hipotecada no banco) meu pai assumiu o controle. Nos mudamos então para lá. A partir daí, até completar 18 anos, com raras excesões (férias escolares, temporadas na casa das avós) eu viajava todos os dias pelo menos 40 km. Como era a filha mais velha, a tarefa de resolver pequenos problemas na cidade, foi me repassada quando eu ainda era criança. Então, enquanto algumas pessoas reclamam de estar na estrada todos os dias, eu tenho isso como normal. E sinto falta quando fico muito tempo em casa, sem ir para lugar algum.
Outro hábito que trago da infância é caminhar, pois andava de ônibus 20 km e depois mais 2 km a pé para chegar ao colégio. Minha família e meus amigos muitas vezes têm dificuldades para me acompanhar. Tenho espírito de andarilha, adoro caminhar pelas cidades, sentir seus cheiros, descobrir seus encantos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário